Lollapalooza Brasil será adiado por causa de coronavírus

Evento é o primeiro de grande porte no país a ser afetado diretamente pela expansão do Covid-19.

O Lollapalooza Brasil 2020 é o primeiro evento de grande porte no país a ser afetado diretamente pela expansão do novo coronavírus, o Covid-19.

O festival estava programado para o período de 3 a 5 de abril na capital paulista, mas, por motivo de segurança, o evento será adiado.

Com aproximadamente 13 milhões de habitantes e maior cidade do país e da América Latina, a capital paulista registrou o primeiro caso no Brasil e tem hoje o maior número de pacientes doentes.

Em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (12), às 11h, para tratar do tema coronavírus, o governador do estado de São Paulo, João Doria, falou sobre grandes eventos. “Neste momento não há nenhuma razão para pânico. E não há nenhuma razão que determine o cancelamento de eventos públicos, seja no esporte ou no entretenimento, há um aconselhamento para que pessoas com mais de 65 anos evitem aglomerações. Evidente que cada empresa, organizador e envolvidos podem adotar as medidas sobre seus eventos, mas não com recomendação do governo”, disse.

Oficialmente o evento está mantido conforme programação inicial, mas a expectativa é que o festival seja remanejado para o segundo semestre, e a possibilidade de cancelamento “não está descartada”.

Havia preocupação tanto com cancelamentos no line up, especialmente da banda Guns N’ Roses, que teve show cancelado na Costa Rica, quanto de patrocinadores e apoiadores que não queriam ter suas marcas atreladas a possível disseminação da doença.

Realizado pela T4F, o evento tem como patrocinadores Budweiser, Chevrolet, Adidas, Doritos, Vivo e Coca-Cola. O apoio é de Taqueray, Colgate Plax, Samsung Galaxy, Prevent Senior. Bradesco e Next são responáveis pelo meio de pagamento oficial.

O Lollapalooza no Chile foi adiado oficialmente nesta quinta-feira (12). Por enquanto, oficialmente, a edição argentina segue prevista para 27 a 29 de março. No entanto, o jornal La Nación afirmou que o evento está suspenso.

Fonte: assessoria